segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

... e um próspero ano de 2009

Que seja um ano feliz para todos, com muitos sorrisos e motivos para criar boas memórias. Um ano de esperança e um ano que possa ser lembrado como um início de uma boa etapa nas vossas vidas.

Bom 2009.

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Foste embora

Foste assim, sem mais nem menos
levaste esses olhos teus.
Sem beijinhos nem acenos,
vi-te os cabelos morenos
que me diziam adeus.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Um santo Natal...

... é o que desejo a todos os meus amigos leitores. Que a noite de 24 seja passada com muitos sorrisos e com aqueles que vos são queridos. Bem hajam todos.

sábado, 20 de dezembro de 2008

Questões do dia-a-dia XX

- Um "beijinho grande" é a mesma coisa que um "beijão pequenino"?

- Por que razão as beatas ao Domingo insistem no campeonato "Eu-canto-mais-alto-que-tu-portanto-estou-mais-perto-do-Senhor". É que por vezes fico com dores de cabeça...

- Qual é a cena de se pedir "um copo com água" em vez de um copo de água?

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Com mulheres não se brinca... nem se joga

Lilí Alvarez (1905-1998) foi a primeira tenista espanhola a gozar de algum reconhecimento na Europa e nos Estados Unidos da América, devido aos seus êxitos desportivos. Foi por três vezes semifinalista do torneio de Roland Garros e por outros três finalista em Wimbledom.
Certo dia, foi-lhe apresentado o marechal Foch, que lhe disse: «senhorita, nunca me atreveria a propor-lhe uma partida de ténis». Lilí não tardou a responder: «não se preocupe, senhor marechal. Tampouco eu lhe declararia guerra a si...».

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Questões do dia-a-dia XIX

- Por que raio é tão difícil encontrar uma fonte para onde as pessoas não mandem moedas?

- Porque continua a haver gente que está no 3.º andar e quer vir para o rés-do-chão, vê que o elevador está no 2.º e carrega na seta para cima?

- O rato do deserto precisa de um novo layout?

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Polls do deserto VII - o jornalismo em Portugal: os resultados

Acabada que está a mais recente poll do rato, é tempo de fazer o rescaldo. Dizem os estimados leitores, na sua grande maioria (11 votos que correspondem a 52%) que os jornalistas portugueses tendem a "acrescentar um ponto" (perdoem-me a muleta tradicional) às histórias que têm a responsabilidade de contar. 24% dos votantes (5 votos) afirmam que o jornalismo em Portugal deixa muito a desejar, mas deixam em aberto a hipótese de verem melhorias no trabalho dos não tão ilustres membros da sociedade de informação.
Convido ainda os estimados leitores a analisarem (e a participarem, se vos aprouver) o debate que se gerou na área de comentários do post que lançou a poll. O Davi Reis assume-se triste pelo fraco reconhecimento que a classe dos jornalistas tem em terras lusas e pela instrumentalização da classe em prol de outros interesses que não o de informar, mas a minha amiga Proprietária sublinha que culpar o sistema é «culpar o nosso próprio silêncio e inércia». Uma questão premente, de resto.

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Kaiser in stage diving mode

video
O prometido é devido. Ei-lo que aí está, o nosso estimado visitante Kaiser, há cerca de 12 anos, a fazer o mais bonito stage dive a que alguma vez tive oportunidade de assistir (e já assisti a alguns...). Reparem como ele se prepara mentalmente antes de "voar" para o público, destemido. Nesse momento, a banda (nós, portanto) ficou remetida para um papel secundário, dadas as capacidades de águia do Di Cesaris. Ah, sim, e ele está mesmo de pijama. Na altura, parecia uma boa ideia, certo?
A versão quase trash-metal que tocamos reza «Iubilate Deo omnis terra: servite Domino in laetitia». A tradução é qualquer coisa como "Rejubilemos no Senhor em todo o mundo, e servi-Lo-emos com alegria".
O Kaiser deixou-se levar pelo sentimento, está visto...

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Polls do deserto VII: o jornalismo em Portugal

Os jornalistas portugueses...
... são um exemplo de profissionalismo
... têm qualidade aceitável, mas podiam melhorar
... so razoáveis, mas gostam de inventar
... são maus no geral, mas ainda existe salvação
... sao uma desgraça. Não deviam ter carteira profissional
... são o anti-Cristo
... jornalistas GNHAAAAAAAAAARGH!!!!!!!
pollcode.com free polls

domingo, 23 de novembro de 2008

Com passos de lã

Podes vir amanhã,
quando eu cá já não estiver,
podes vir, se te aprouver,
entra com passos de lã...

Não me encontrarás na cama,
nem na sala ou no jardim.
É porque fugi de mim,
quis apagar esta chama.

domingo, 16 de novembro de 2008

Questões do dia-a-dia: XVIII

- Quem disse ao Bruno Paixão que era boa ideia seguir a carreira de árbitro de futebol?

- Por que razão se diz "télémóvél", se se diz "televisão" e a acentuação das palavras é igual?

- O Pai Natal é do Benfica?

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Zurique, Suiça

A Toshiba tem novos notebooks e tal, e por isso vai toda a gente para a Suiça para vê-los. Entretanto, pode comer-se um chocolatinho e olhar-se para relógios que custam 12 meses de ordenado. A viagem correu bem, a companhia foi boa (há meses que não viajava com tanta gente) e a apresentação não foi entediante, muito embora o espaço não tenha sido bem escolhido. Na verdade, nem sequer saí do aeroporto - a apresentação foi num hotel ao lado desta infra-estrutura. Para terem os meus leitores uma ideia da proximidade, bastará dizer que fomos a pé do aeroporto para o lobby do Hotel. No meio da rigidez suiça, uma portuguesa que servia à mesa conseguiu aligeirar o clima pesado.

Detalhes da viagem
Tempo de viagem - 5
Clima - 4
Estadia - 3
Comida - 2
Interacção com nativos - 2
Geral - 3,2

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Questões do dia-a-dia XVII

- Por que razão a filha da putice vinga sempre sob a rectidão?

- A roupa da Luciana Abreu no programa Lucy é para as crianças ou para adultos à procura de "acompanhantes"?

- Como é que há pessoas que não gostam de rancho?

sábado, 1 de novembro de 2008

Maldição

Vives na minha cabeça, como um deus
que me impele a trilhar um caminho indiferente,
e me leva a caminhar com passos que não são meus
na peugada amarrada às sombras de outra gente.

A maldição a que me condenas é atroz
não ta pedi, não ta perdoo, mas vivo-a triste.
Vejo-me ao espelho e sorrindo escondo-a de nós
para que finjamos os dois que a maldição não existe.

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Cheira a quê?

Numa das actuações da conhecida actriz de comédia francesa Sarah Bernhard (na imagem), esta interpretava o papel de uma jovem mulher adúltera que, surpreendida pela chegada do marido a casa, lança para as chamas da lareira uma carta do seu amante. Numa noite, porém, Sarah deu-se conta de que a lareira do cenário se tinha apagado, pelo que rasgou a carta em mil pedacinhos, para tornar a cena igualmente convincente. O actor que fazia de seu marido revelou não ter os mesmos reflexos e capacidade de improviso. Para substituir a deixa de «Aqui cheira a papel queimado!» não se lembrou de nada melhor que «Aqui cheira a papel rasgado!».

domingo, 26 de outubro de 2008

Castelo de Freixo em 3D

É um projecto ambicioso do meu amigo Miguel, mas que, a ser mostrado ao público, fará parte do conjunto de riquezas da vila transmontana de Freixo de Espada à Cinta. O Miguel concluiu recentemente o projecto de Tese de Mestrado em Tecnologia Multimédia na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (com classificação de "Muito Bom", já agora) e as minhas raízes e a mera justiça fazem com que não possa deixar de partilhar este trabalho com os meus estimados leitores.
O Miguel fez a reconstrução tridimensional do castelo da vila, recorrendo a ferramentas como Illustrator, Photoshop, Premiére, 3D Studio Max, Maya e Daz 3D Carrara Pro (entre outras), e está actualmente em negociações com institutos públicos na esperança de ver o seu trabalho publicado, quem sabe junto ao que resta do castelo, em Freixo. Ficaremos à espera de notícias que confirmem esta hipótese. Até lá, recomendo uma visita ao site do projecto, onde podem ser consultadas algumas imagens do castelo em 3D e saber mais sobre o projecto. Recomendo a visita.
Ficam desde já os meus parabéns ao Miguel, por um projecto valoroso, que promove a história de Freixo de uma forma diferente e com qualidade indiscutível.

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Questões do dia-a-dia XVI

- Por que razão me calha sempre a mim mudar o bidão de água na máquina do meu andar?


- Se uma árvore caír numa floresta e ninguém estiver lá perto, faz barulho na mesma?


- Alguém alguma vez viu a Catarina Furtado feia?

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Um café com "cheirinho"

Houve um dia em que o filósofo e escritor Voltaire (na imagem) se sentiu tonto e com os demais sintomas de quem acabara de beber em excesso, mas havia somente bebido um café. Estranhando o facto, comentou-o com o camareiro de Frederico, o Grande (da Prússia). Este disse-lhe então: «Na verdade, senhor, é grande a probabilidade de se ter embriagado com o café... sua Majestade, como sabeis, é grande conhecedora e apreciadora de café, e obriga-nos a prepará-lo com whisky e não com água, para intensificar o seu aroma...»

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Diz que o rato vicia...

... e ainda bem. A ilustre visitante The Star atribuiu ao rato do deserto o prémio Este Blog Vicia. Uma distinção que muito agradeço e que retribuo ao The Star is Me - uma das minhas consultas diárias. Uma vez que me cabe atribuir este galardão aos blogues que mais vezes visito - e que, portanto, viciam - aqui ficam as minhas escolhas:

- Caderno de corda
- Djalmir, o camisola 9
- O melhor blog do universo
- Insónias e afins
- Gandas Malukos

Bem hajam todos por fazerem parte da blogosfera.

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Amor perdido

Meu amor, minha jura,
minha sede de aventura,
já não te vejo a sorrir
já não te sonho ao dormir.

Meu amor, de nós um beijo
já não acorda o desejo
de chorar junto a teus pés,
por te ver uma última vez.

Meu amor, eu tenho inveja
de quem te ama e te beija.
Quem à noite está a teu lado,
teu amor - feliz seu fado.

Meu amor, quanta amargura
que gerou essa doçura.
Quando o teu amor morreu,
meu amor, nasceu o meu...

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Uma bandeira única

Existiu, na guerra civil americana, uma bandeira que, entre muitas, marcou a diferença. Foi a do barco confederado CSS Shenandoah, que se rendeu em Inglaterra em 6 de Novembro de 1865, 5 meses depois do cessar fogo entre as tropas unionistas do norte (vencedoras do conflito) e as tropas do sul. O barco foi depois vendido em Inglaterra. Foi a única bandeira da Confederação a dar a volta ao mundo e a última a manter-se asteada.

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Questões do dia-a-dia XV

- Por que raio uma equipa que diz que tem "papoilas saltitantes" em campo e que joga com camisolas cor de rosa ainda vai buscar um treinador chamado Quique Flores?

- Porque é que eu continuo a ir a Alvalade ver jogos "grandes"? (...)

- Quem foi o imbecil que disse ao Rui Reininho que ele sabia cantar?

domingo, 5 de outubro de 2008

Um nome simples para uma pessoa modesta...


Mobutu Sese Seko, líder do Zaire entre 1965 e 1997, nasceu Mobutu Joseph Desiré. Nos anos 70, iniciou uma política de africanização, com a qual (entre outras medidas) proibiu os nomes ocidentais e cristãos. Como parte desta política, mudou o nome do país para Zaire (chamava-se Rep. Democrática do Congo) e da capital do Estado (de Leopoldville para Kinshasa). Mas isso não é tudo. Foi precisamente nesta altura que Mobutu Joseph Desiré mudou o seu nome para Mobutu Sese Seko Koko Ngbendu wa za Banga, que quer dizer literalmente "o todo-poderoso guerreiro que, por sua resistência e inabalável vontade de vencer, vai de conquista em conquista deixando fogo à sua passagem". Bonito o nome. Modesto o homem.

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Questões do dia-a-dia XIV

- Qual é a cena de passar os dedos na língua antes de virar a página de uma revista ou de um jornal?

- Porque é que usar as calças a meio do rabo e mostrar as cuecas é fashion?

- O "uncle Sam" americano existiu mesmo?

sábado, 27 de setembro de 2008

Diz que era ainda bebé...


video

A cena passa-se na praia de Santa Cruz.
Estou nos braços da minha prima Susana.
Ainda não andava. Mas dançava.
A música é Ska-P.

terça-feira, 23 de setembro de 2008

Sem piedade até ao fim

Em 1868, o general Narváez, doente em fase terminal, confessou algo que deixou os presentes no seu leito de morte estupefactos. Depois de receber a extrema unção, o espanhol disse: "A única coisa que não posso fazer é perdoar os meus inimigos. Não tenho nenhuns, fuzilei-os a todos."

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Uma História mais pessoal...

Freixo de Espada à Cinta tem muitos monumentos dignos de referência, mas irá o autor por ora mostrar aos estimados leitores as cinco capelas que podem ser visitadas na vila transmontana. É difícil destacar alguma, mas N.ª Sr.ª dos Montes Ermos, (anteriormente chamada de S. Brás) por ser a capela da padroeira da vila, tem obviamente uma menção especial. É a única que está localizada fora da povoação e é alvo da romaria dos freixenistas em ocasiões especiais.
Num dos extremos da vila, junto à saída para Mazouco e para Carviçais situa-se a capelas de N.ª Sr.ª dos Remédios (ao pé de minha casa, já agora). Na saída para a praia fluvial da Congida, a capela de S. Sebastião, um homem que, mesmo crivado de setas, não morreu. Foi tratado e mais tarde o seu martírio acabou, quando foi decapitado pelos soldados romanos.
Falta a capela de S. José, na entrada da bonita Rua das Eiras e a capela de St.º António, o frade português que fez nome em Pádua, mas que é por nós conhecido como St.º António de Lisboa, por ser padroeiro da capital do País.
























Em cima: N.ª S.ª dos Montes Ermos, N.ª S.ª dos Remédios, S. Sebastião.
Em baixo: S. José e St.º António. Clique nas imagens para aumentar a fotografia.

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Questões do dia-a-dia XIII

- Por que razão os meus gatos decidem fazer a maior cagada do dia minutos antes de eu limpar o areão?

- Por que raio passar debaixo de um escadote dá azar?

- Numa entrevista à TVGuia, a Teresa Guilherme diz nunca ter traído um namorado, mas assume ter usado sempre preservativo em relações extra-conjugais. Sou só eu que vejo aqui uma contradição?

sábado, 13 de setembro de 2008

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Mosca na parede

Por que esperas? Onde vais?
Não te esmeras? Já não sais?
És a mosca na parede, na parede do meu quarto.
Zelas na noite mais escura um sonho de sombras farto.
És a mosca na parede, ponto negro em alvo manto,
pesadelo em quarto escuro, triste razão do meu pranto.

Não te mexes? Já não voas?
Essas asas não são tuas?
És a mosca na minha alma, no canto do meu sentir.
Sinto de olhos fechados a tua vontade de zumbir.
És a mosca sem ser mosca, vives quando os olhos fecho,
morres quando eu ganho asas e faço meu o teu ensejo.

domingo, 7 de setembro de 2008

Maquiavel é que sabe

Sabe-se que Napoleão lia abundantemente O Príncipe, de Nicolau Maquiavel. Na passagem em que o escritor italiano afirma que as atitudes sábias devem provir do príncipe e não dos seus conselheiros, o imperador gaulês anotou "Pois obviamente. Por esse motivo os conselheiros procuram impedir que o Príncipe leia Maquiavel".

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Questões do dia-a-dia XII

- Porque pastam as vacas viradas para norte ou para sul, mas nunca viradas para este ou oeste?

- Há alguma terra em Portugal onde o Malato não tenha «sido feliz»?

- Porque ninguém explica aos comentadores de futebol (e a alguns jogadores) que um derby é um jogo entre duas equipas da mesma cidade? É que já cansa de ouvir a estupidez do derby Benfica-Porto...

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Um jardineiro especial

Em meados dos anos 60, Alexei Kosyguin, líder do governo da União Soviética, viajou até Pequim. Durante uma visita ao jardim botânico da capital chinesa, viu que algumas pessoas cumprimentavam com reverência um velho jardineiro que trabalhava ali perto. "É devido à sua antiga condição", responderam-lhe, quando indagou qual a razão de tal comportamento. O governante ficou atónito quando percebeu que diante dele tinha Pu Yi, o último imperador da China, que acabou os seus dias como jardineiro, depois de ter estado preso entre 1945 e 1959, acusado de traição à pátria. O último imperador da China morreu em 17 de Outubro de 1967.

sábado, 30 de agosto de 2008

Quando ainda dava música...

Depois da promessa feita, há que cumpri-la. Eis mais um vídeo de um passado distante. É a minha banda que toca num concerto de Verão. Façam os meus leitores o favor de não se esquecerem de interpretar o look à luz do início dos anos 90, quando o grunge apareceu e esta indumentária era desculpável.

video

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

A fórmula de Deus?

A cruzada católica contra os albigenses (cátaros da região de Languedoc) no século XIII foi particularmente dura. Em 1209, os soldados do arcebispo de Narbona chegaram às portas de Béziers, assaltaram a cidade e teve lugar um banho de sangue. Perante a preocupação de alguns oficiais, dado que na matança morriam não só hereges, mas também católicos ortodoxos, o arcebispo respondeu: «matai-os a todos. Deus saberá reconhecer os seus...».

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Polls do deserto V e VI - o melhor actor e a melhor actriz: os resultados

Findas que estão duas polls da mesma natureza, urge apresentar, como de resto é hábito no rato do deserto, um breve resumo das preferências dos estimados leitores.


Como se pode verificar pelo gráfico referente ao melhor actor, a opção Outro foi a mais concorrida. Aí, verificou o autor alguma dificuldade em contabilizar votos, já que nem toda a gente deixou a referência do "outro" actor que preferia. De qualquer forma, destacam-se nomes como Edward Norton, Phillip Seymour Hoffman, Ralph Fiennes, Jack Nicholson,Gary Oldman, Sean Penn,Robert de Niro, Zeze Camarinha e a cadela Lassie. Dentro da lista de mencionados, Denzel Washington parece convencer a maioria dos meus estimados visitantes, relegando para segundo plano Johnny Depp (2.º classificado) e os restantes. Aparentemente, Carlos Cruz está ao nível de Diogo Infante, mas os palcos são outros. Uma última nota para a escassez de votos em Tom Cruise. O menino bonito de hollywood já passou de moda?

No que respeita à votação para melhor actriz, tudo parece ter sido muito mais simples. Afinal, o Sr. Pinto da Costa pode até nem sofrer de flatulência, se a maioria dos votantes desta poll tiver razão. É que Carolina Salgado convence como actriz e recolhe 12 votos, deixando para segundo posto um grande nome do cinema mundial - Meryl Streep. Michelle Pfeiffer aproximou-se de Meryl, mas recolheu apenas 2 votos. Carolina está, aparentemente, a perder uma hipótese de se tornar no ícone cinematográfico nacional. Ela, que além de alternadeira, também andou a distribuir "fruta". Opções de carreira...

sábado, 23 de agosto de 2008

Férias de Verão 2008 - um breve resumo

Para uma mais fácil consulta, aqui ficam os "Prémios Verão 2008", atribuídos pelo vosso amigo após ponderada escolha. Deixo apenas uma pequena selecção, por uma questão de espaço e porque não quero tornar-me entediante.

Prémio "a melhor paisagem das férias"











(Covêlo de Paiva, região de Arouca)


Prémio "a maior praga das férias"












(eles mangem o pãozinho avec chorice)


Prémio "a imagem com menos sentido das férias"












(Bom Jesus, Braga. Água pelos olhos. Ui
!)


Prémio "o que eu quero apagar das férias"











(Casa do SLB em Ponte de
Lima)



Prémio "o maior erro de português das férias"











(Diz que Maria Madalena está "a traz" de Jesus Cristo. Mais uma vez - ou deverei dizer "vês" - no Bom Jesus, em Braga)

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Roma não paga a traidores

Como é sabido, Viriato colocou em grandes apuros os soldados romanos destinados à península ibérica, graças à sua táctica de guerrilha e de emboscadas. Em 139 a.C., quis negociar a paz para a região e enviou três dos seus homens de maior confiança (Aulaco, Ditalco e Miminuro) para a negociar com o cônsul romano. Este não só recusou a proposta como convenceu os três homens a matarem o seu líder em troco de uma substanciosa recompensa. O trio aceitou e assassinou o líder lusitano.
Quando os três homens regressaram para cobrar a recompensa prometida, receberam como resposta «Roma não paga a traidores». Foram imediatamente executados.

nota: sobre este tema não pode o autor deixar de recomendar a leitura de "A voz dos Deuses", de João Aguiar, das edições Asa. Um livro fantástico. A este respeito, agradeço ao meu amigo Last man standing, que me recomendou o livro e que me introduziu ao mundo de um dos melhores escritores de romances históricos nacionais.

sábado, 16 de agosto de 2008

Questões do dia-a-dia XI

- A Manuela Moura Guedes tem mais do que duas expressões?

- Por que razão pensaram os CTT que Phone-Ix é um bom nome para um produto familiar?

-Por que raio não consigo ir a um concerto de música onde o público não comece a cantar "Portugal allez"?

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

a História tem destas coisas...

Diz-se que Guilherme IV de Inglaterra (1765-1837) tinha um sentido de humor apurado. Numa ocasião, estava a contemplar os retratos das ex-mulheres de Henrique VIII. Depois de olhar atentamente para os quadros, deu alguns passos atrás e exlamou por fim: «Na verdade, e vendo a peculiar beleza destas senhoras, percebo Henrique VIII tanta pressa teve em suprimi-las».

sábado, 9 de agosto de 2008

Polls do deserto VI: a melhor actriz

Qual a melhor actriz da actualidade?

Michelle Pfeiffer
Diane Keaton
Reese Witherspoon
Meryl Streep
Cate Blanchett
Susan Sarandon
Judi Dench
Sally Field
Nicole Kidman
Julia Roberts
Hilary Swank
Gwyneth Paltrow
Carolina Salgado
Outra (qual - indique no comentario)
pollcode.com free polls
Nota: fará o autor quando voltar de férias o levantamento das preferências dos leitores quanto ao melhor actor e melhor actriz (expressas nas últimas duas polls do deserto), de forma a apresentar num só post as devidas conclusões.

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Adeus ai ó adeus

(também) vou estar por aqui, onde a vida sabe melhor e o sol adormece nos ombros do Douro

Caríssimos e estimados leitores, o rato vai de férias nas próximas duas semanas. Desta vez, de férias MESMO, sem levar portátil, sem ter acesso a mail e coisa e tal, pelo que não vai poder aceder com tanta frequência ao blogue. De qualquer forma, vai este vosso amigo deixar programadas algumas publicações que garantirão que quem visitar o rato do deserto terá algo de novo para ler. Peço desculpas antecipadas pela inexistência de reposta aos comentários dos dedicados leitores, mas essa resposta fica prometida para quando voltar.

cumprimentos e até ao meu regresso

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Escadas só para subir...

Quando Thomas Moore se aproximou da estrutura preparada para se cumprir a sua sentença de morte, ditada por Henrique VIII por causa da fidelidade de Moore à igreja de Roma, teve que pedir ajuda a um cortesão aí presente para subir as escadas da mesma. Ao ver que este estava renitente em ajudá-lo, Moore disse-lhe: «Não vos preocupeis, não voltarei a importunar-vos quando as tiver de descer...».

domingo, 3 de agosto de 2008

Questões do dia-a-dia X

- Um carro "semi-novo" também é um carro "semi-velho", certo?

- Recebi no trabalho um press release do Ministério das Obras Públicas, Tansportes e Telecomunicações que refere que o novo computador para os miúdos da 1.ª à 4.ª classe tem «excelente memória RAM». Não 512MB, não 1GB, mas «excelente memória RAM». Mas isto nem para um garoto de 6 anos faz sentido, ou faz?

- Lili Caneças admitiu ao Correio da Manhã poder pousar nua por uma boa causa. ... não ... consigo... pensar... gnhãããããã...

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Polls do deserto V: o melhor actor

Qual o melhor actor da actualidade?

Tom Cruise
Brad Pitt
Denzel Washington
Johnny Depp
Diogo Infante
Ethan Hawke
Christian Bale
John Malkovich
Anthony Hopkins
Orlando Bloom
Carlos Cruz
Outro (qual?)
pollcode.com free polls

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Se não paris, a Paris

Em 1679, Maria Luísa de Orleães, sobrinha de Luís XIV de França casou com Carlos II de Espanha. O Rei sentia um grande amor pela sua mulher, mas o facto de ser uma pessoa doente dificultou e muito o consumar do matrimónio.
O tempo passava e o ansiado herdeiro não chegava. O povo estava inquieto, e de boca em boca começou a correr a seguinte cantilena: «Pari, bela flor de lis, mas que doença tão estranha. Se paris, paris Espanha, se não paris, a Paris». A rainha morreu dez anos depois sem dar à luz.

sábado, 26 de julho de 2008

Viver como uma sombra

Sou uma sombra na parede,
invisível, inaudível, que por lá mora.
Deambulante, chorosa, morrendo triste.
Vivendo do fogo, de chama em riste,
arrastando-se sem futuro, num agora.

quarta-feira, 23 de julho de 2008

W.C., com muita honra

Winston Churchill assistia certo dia a manobras da marinha britânica nas quais se fez explodir um cargueiro para mostrar a potência de um novo explosivo. Ao ver entre os destroços uma porta de uma casa de banho com as iniciais W.C., o inglês exclamou para surpresa dos presentes: «A Royal Navy é sempre tão gentil! Vejam que marcaram os restos do navio com as minhas iniciais».

domingo, 20 de julho de 2008

Uma História com humor...

Pouco tempo antes da batalha de Termópilas, um soldado de Esparta reportou a Leónidas que os Persas eram tão numerosos que as suas setas iriam tapar o sol. «Tanto melhor», referiu o líder espartano, «lutaremos à sombra».

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Questões do dia-a-dia IX

- Não há qualquer coisa de estranho quando vemos os ciganos de Loures a dizerem que precisam de mais polícia?

- Como é que há pessoas que não gostam de jogar Risco?

- Por que razão o presidente da Vodafone conseguiu dizer 9 vezes "Te-fone" em 5 minutos na apresentação do iPhone? E diz que dá para instalar "Pu-gramas"...

terça-feira, 15 de julho de 2008

Mil vozes

Oiço mil vozes dentro de mim,
que de Napoleão nascem audazes,
vergam pilares e são capazes
de vestir mortos em tons de cetim.

Vozes gritantes em lábios roubados,
um brado sem dono, felino, só meu.
Berros gigantes de raiva forrados,
acordam demónios errantes no céu.

- sic transit gloria mundi

sábado, 12 de julho de 2008

Cantar de galo

Diz-se que em uma ocasião o filósofo grego Sócrates se cruzou com um músico que tinha fama de mau intérprete. O pensador do século V a.C. saudou-o com um «Olá, galo!». O artista, surpreendido, interpelou-o: «galo?» porque me chamas galo?». A resposta não tardou - «porque quando começas a tocar toda a gente se levanta».

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Ranking provisório

Eis o ranking das viagens que publiquei no rato. Não são todas as que fiz, obviamente, mas já dá para fazer uma classificação indicativa das preferências. Será devidamente actualizada e re-publicada lá mais para a frente. Para os melhores leitores do mundo, cá fica:

Roma - HP - 4,8
Roma - Epson - 4,4
Cannes - Epson - 4,2
Málaga - Brother - 4
Barcelona - Adobe - 4
Brno - AVG - 4
Dublin - Creative - 4

Bruxelas - Epson - 2,2
Londres - Eidos - 2,2
Berlim - Toshiba - 2,2
Francoforte - APC - 2,2
Madrid - Oki - 2
Istambul - Olympus - 2
Hanôver - Samsung - 1,6

Nota: por uma questão de espaço, e após a publicação integral da lista, indico aqui apenas os 7 melhores e piores resultados.

terça-feira, 8 de julho de 2008

... é que gosto mesmo de História...

Johannes Brahms (1833-97) foi um dos poucos compositores que obtiveram grande reconhecimento enquanto ainda eram vivos. Um dia, num banquete em sua honra, um dos convidados ergueu o copo e disse: «brindo ao mais célebre dos compositores». Brahms, um homem humilde, interrompeu-o e referiu: «De acordo, brindemos por Mozart».

segunda-feira, 7 de julho de 2008

o meu frigorífico...

começa a ser ridículo... e só comecei a trazer ímanes no ano passado.

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Questões do dia-a-dia VIII

- «Para passares mais tempo com os teus amigos e menos com o tampão». Valerá a pena fazer a pergunta sobre este slogan de produtos para senhoras? Quase ao nível do Imodium...

- Qual é a cena de andar de fato de treino ao fim de semana?

- De acordo com o ministério das finanças, o número de ricos em Portugal está a diminuir... devo ficar preocupado?

terça-feira, 1 de julho de 2008

História para todos os gostos

A rivalidade entre Carlos I de Espanha e Francisco I de França chegou a extremos absurdos. Numa carta dirigida ao francês, o espanhol não quis omitir qualquer título, pelo que a primeira página da carta tinha somente honras e títulos do monarca castelhano.
De forma a evidenciar a sua resposta, Francisco I assinou a sua carta como «Francisco, pela graça de Deus, burguês de Paris», e acrescentou, ironicamente, «Senhor de Vanvres Y Gentilly», duas pequenas aldeias situadas perto da capital gaulesa.

domingo, 29 de junho de 2008

O que se faz quando se acorda às 7h00 num Domingo...

O módulo wireless do meu router da D-link deixou de funcionar, e tentei de tudo, mas nada funcionou, nem mesmo após um update de firmware. Desliguei-o. Peguei no modem ADSL2+ da Linkys e configurei as definições PPPoe. Activei a firewall e o DHCP, mas coloquei uma pool de endereços com um intervalo de apenas 1, de forma a forçar o router da SMC (2304WBR-AG) a ficar nesse endereço e a fechar tudo o resto (funcionou sem problemas). Desliguei o endereçamento por MAC Address. Fiz o mesmo no router da SMC. Liguei o DHCP neste dispositivo (até agora, tinha sempre "forçado" os endereços dos computadores) e criei um espectro de endereços atribuíveis de 100. Abri portas TCP e UDP para as aplicações mais comuns e, claro está, alterei as passwords de administração do router. Activei a rede sem fios e configurei uma encriptação WPA TKIP com uma chave de rede com letras e números. Activei o UPnP. Está tudo a funcionar bem, muito embora só tenha disponível os standards "a" e "g". Como o router é antigo, não é draft-n, pelo que por vezes acedo à Net na sala a 54Mbps...
Configurei a máquina no escritório, o portátil, o Media Center na sala e o telemóvel. Está tudo a funcionar às 7h40. E agora?

sexta-feira, 27 de junho de 2008

Dublin, Irlanda

Gosto da Irlanda, gosto dos irlandeses. Isso é inegável. É um país simpático e talvez um reflexo do que nós poderíamos ter sido se tivéssemos efectivamente aplicado com cabeça os fundos que a União Europeia nos facultou. Estive na edição de 2008 do HP Labs, um evento onde o fabricante dá aos jornalistas e analistas de mercado uma série de esclarecimentos técnicos sobre as tecnologias em que está a apostar e os produtos que pretende lançar durante o ano. Além de ver o que a multinacional americana prepara para breve, tive a oportunidade de pôr a conversa em dia com amigos jornalistas de outros países que já não via há algum tempo.
Não fiquei exactamente em Dublin, mas nos arredores, que já são campo. O melhor são mesmo as paisagens lindas de morrer e as pessoas. Como é possível haver gente tão simpática numa ilha que está tão perto de um dos centros mundiais de imbecis e de gente cheia de si mesma? O pior? A comida e o clima, muito parecidos com o que os vizinhos ingleses têm (para dissipar dúvidas, foi a estes que eu me referi em termos tão pouco abonatórios).
A viagem para a capital da ilha correu bem (voo directo), mas chegámos tarde, pelo que o almoço se resumiu a uma sandes e a um pacote de batatas no avião. Ainda por cima, teve de ser pago, porque a Aer Lingus não oferece refeições a bordo (bendita TAP). O jantar foi razoável, mas no dia seguinte o almoço resumiu-se a umas sandes e pouco mais. O pior mesmo foi a viagem de volta, que implicou uma passagem pelo Algarve, onde ficaram todas as outras pessoas que iam no avião (e eram todas irlandesas). Eu também fiquei, já que o atraso no voo da Aer Lingus fez com que perdesse o último avião para Lisboa (ainda o vi sair). Não havia comboios aquela hora. Hipóteses? Ficar a dormir no Algarve ou alugar um carro e voltar para a capital. Devido ao trabalho que me esperava em Lisboa, optei pela segunda. Jantei tarde em Faro e pus-me a caminho. Cheguei às 2 horas da manhã. Tarde, a más horas e cansado. São os riscos de apostar tudo num último voo do dia...

Detalhes da viagem
Tempo de viagem – 1 (aquela escala no Algarve dita a má nota…)
Clima – 2 (frio e chuva. Em Lisboa, 30 graus)
Estadia – 3 (hotel numa zona linda, mas nem deu para "explorar"...)
Comida – 2 (sandes não são almoço, lamento)
Interacção com nativos – 4
Geral – 2,4

A conferir provas de cor depois de impressas. Para pensarem que até percebo alguma coisa disto…

terça-feira, 24 de junho de 2008

Já vos disse que adoro História?

Quando os ingleses pisaram pela primeira vez solo australiano, em 1770, depararam-se com um estranho animal que saltava constantemente. Após terem perguntado aos nativos qual o nome do bicho, receberam como resposta «Kan Ghu Ru». Adaptando o nome à fonética inglesa, passaram a denominar o animal de kangaroo.
Desconheciam porém os bifes que os indígenas lhes tinham na realidade respondido «não percebo». Eis pois como se chama o nosso amigo de ar simpático e porte atlético.

domingo, 22 de junho de 2008

Polls do deserto IV - o europeu: os resultados

A desilusão é grande, mas o desporto é assim mesmo: há quem falhe golos à boca da baliza e "faça coisas bonitas", e há quem coloque a eficácia acima de tudo e esteja nos quartos de final da competição.
O Europeu ainda não acabou, mas a poll já fechou - de outra forma, não faria sentido. A confiança na selecção de todos nós de nada valeu. Quase metade dos votantes apostava forte na equipa das quinas (40 por cento), mas a verdade é que nem às meias finais chegámos. A Holanda, equipa em que o autor deste blogue votou, acabou de ser eliminada há umas horas pela Rússia, pelo que apenas os votantes na Alemanha (10%) e na Espanha (5%) ainda têm hipóteses de acertar no vencedor.
Uma palavra para os visitantes que, votando em "está a haver um europeu?" revelaram que o futebol não é, nos tempos que correm, uma prioridade. Com tristeza me despeço (qual selecção de Scolari). Bem hajam todos e até à próxima poll.

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Bruxelas, Bélgica

Fui com a Epson a uma conferência sobre Green IT e estratégia ecológica. Pude passear durante umas horas na capital belga e comer as famosas Mule - mexilhões com batatas fritas e cerveja belga. Não é mau, mas uma boa feijoada à transmontana com um Duas Quintas arruma aquilo a um canto. Até estava calor, mas o tempo na zona da Flandres é horrível. A meio do almoço (numa esplanada na Grand Place) começou a chover torrencialmente. Uma parvoíce. Além disso, não há grande coisa para ver. «ah, e tal, e o miúdo faz xi-xi e coiso.» epá, brilhante! Os Jerónimos não são nada comparados com uma estátua de uma criança de 40cm a aliviar-se para uma fonte.
Também fiz uma visita ao Parlamento Europeu e tirei esta fabulosa fotografia ao lado das caixas de correio dos deputados portugueses. Afinal, as nossas cartas de contestação têm destinatário... Aproveitem: é das poucas vezes que os estimados leitores poderão ver-me de blazer.

Detalhes da viagem
Tempo de viagem - 5 (directo)
Comida - 1
Estadia - 3
Clima - 1
Interacção com nativos - 1
Geral - 2,2

segunda-feira, 16 de junho de 2008

Questões do dia-a-dia VII

- Mas por que razão temos que gramar com 20 minutos de anúncios de cada vez que vamos ao cinema ver um filme?

- Por que razão ninguém na "Tugalãndia" acredita que o sol pode mesmo fazer mal? Basta passar na praia às 15h para ver a "turma do cancro de pele" a torrar...

- Para se ser comentador na TVI tem de se ter algum curriculum especial, ou basta ser parvo?

quarta-feira, 11 de junho de 2008

Genéve, Suiça


Minutos antes do jogo. O nervosismo imperava, mas acabei
por não precisar de calçar as chuteiras.

Eu estive lá, e muito embora ainda não tenha fotos e vídeos meus para convosco partilhar, fica prometido um update a este post mais lá para a frente. Por enquanto, as fotos são so meu amigo S.M., a quem agradeço a amabilidade de mas ter enviado para que eu possa publicar este post em tempo útil. A viagem não correu bem, no geral. Houve quem perdesse o bilhete de identidade e tivesse muitos problemas a entrar na Suiça, e a saída à noite para comemorar a vitória sobre a Turquia saiu-me muito cara. Depois de 2 horas a tentar arranjar um taxi, lá conseguimos um, mas custou-nos cerca de 50 euros (o hotel onde ficámos hospedados era em França, junto à fronteira). Além disso, como já referi, deixei a máquina fotográfica digital esquecida no autocarro, pelo que a Canon (a empresa que nos convidou) só conserguirá fazer-ma chegar daqui a duas semanas (por ora, estou de férias). De qualquer forma, a companhia foi óptima e o jogo, como todos os estimados leitores concordarão, proveitoso.
A organização Suiça? Quem não gosta de futebol não deve organizar estas coisas. Lá para organização de regatas, campeonatos de golfe e outros desportos elitistas deverão os helvéticos ter jeito, mas para desportos "do povo" como é o desporto-rei, mais valia estarem quietos. A verdade é que o europeu quase lhes passa ao lado. Sim, há bandeiras suiças nas janelas (embora haja mais portuguesas), mas na hora do jogo Suiça-Rep. Checa andava imensa gente na rua (a perder o jogo, portanto). A rigidez da organização suiça quase roça o fascismo. A zona de comemorações fecha às 24h (?!?!?!?!?) e nas ruas, antes e durante os jogos, há tanta alegria como na sede do PP depois das últimas legislativas.
Uma última palavra para os turcos. Cheiram mal (ao menos sou sincero), mas sabem perder. Depois do jogo, juntaram-se à festa, como poderão os leitores ver quando eu publicar as minhas fotos e os meus vídeos, lá mais para a frente.

Detalhes da viagem
Tempo de viagem - 5 (directo)
Comida - 3
Estadia - 3
Clima - 1 (chuva e frio)
Interacção com nativos - 2
Geral - 2,8


Nota: aproveito para chamar a atenção do leitor para a poll publicada antes deste post.


Na foto: FM, da revista T3, eu e Basílio (Maxmen). Atrás, Pedro, da Men's Health.

terça-feira, 10 de junho de 2008

Polls do deserto IV: o europeu

Quem vai ganhar o Europeu?
Itália
França
Alemanha
Holanda
Rep. Checa
Portugal
Espanha
Russia
Está a haver um europeu?
pollcode.com free polls

domingo, 8 de junho de 2008

Questões do dia-a-dia VI

- Nas casas de banho dos aeroportos, há cada vez mais urinois com moscas pintadas na superfície branca. É para fazer pontaria?

- Não é suposto o ministro da agricultura e pescas perceber alguma coisa de agricultura e pescas?

- Nas palavras do meu querido amigo HS, "Junho era Verão, não era?"

quarta-feira, 4 de junho de 2008

Praga, República Checa

Consegui ver o essencial em algumas horas, mas não mais que isso. De qualquer forma, deu para perceber que a capital da República Checa merece sem dúvida uma visita mais prolongada em turismo. Está repleta de história e de museus e monumentos. Tem paisagens bonitas e a ideia que passa é que facilmente se consegue perder lá dois ou três dias. Tive oportunidade de ver o centro, o bairro judeu (lindíssimo) e a famosa ponte presente em todas as fotos e postais da cidade. Parece realmente a Paris do leste europeu, mas os checos são mais simpáticos que os franceses. Na volta, ia perdendo o avião para Lisboa. Gostei tanto a cidade que dei por mim a pensar (quando entrei para o avião) se não teria sido bom perder o último voo do dia...

Junto à estátua de D. Giovanni. A famosa ópera de Mozart foi escrita enquanto o compositor austríaco estava em Praga

Detalhes da viagem
Tempo de viagem - não aplicável (na volta de Brno)
Comida - 4
Estadia - não aplicável
Clima - 5 (sol formidável)
Interacção com nativos - 4
Geral - 4,3

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Questões do dia-a-dia V

- Parece que afinal sempre houve voos da CIA em espaço aéreo português. A comida será melhor que na TAP?

- Por que razão o Luis Filipe Vieira se refere à época do Benfica como "menos boa" quanto toda a gente vê que foi a pior dos últimos anos? (recomenda-se o dicionário do Lindley Cintra...)

- De que se queixam tanto os portugueses? por causa da gasolina? o ministro Manuel Pinho já explicou tudo - os tugas não pagam mais que a média europeia. Pagamos tanto como os italianos ou os alemães. "ah, então está bem, sr. minstro!".
O facto de eu não ter um ordenado de um italiano, e não conseguir comprar um mercedes ao mesmo preço que um alemão consegue, de não ter uma casa no centro da cidade pelo mesmo valor que um irlandês tem, de não pagar pela alimentação base o que paga um francês ou de não beneficiar do sistema de educação acessível a um sueco não interessa nada, pois não? As comparações são só para o que interessa, certo?

domingo, 25 de maio de 2008

Orlando, Eua


(ah e tal, é para saberem que sou eu, o bimbo)

Estive em Orlando a convite da IBM para assistir a um encontro sobre Tivoli - um brand de software de gestão de infra-estruturas para empresas. Não cheguei a ver a cidade, uma vez que fiquei num hotel dentro da Walt Disney World Resorts. Também não fui à Disney World, uma vez que só consegui dar um saltinho à entrada uma das noites depois de jantar e achei que 75 dólares para ver bonecada não faz bem o meu estilo (ainda se estivesse com alguma criança e tal...).
O calor foi intenso, mas, no geral, a viagem correu bem. O hotel era muito bom e os americanos, mesmo sendo na sua grande maioria estúpidos, têm realmente uma predisposição fora do vulgar para ajudar. As compras foram o ponto alto (quem diria, hã?, vindo de mim?), já que os preços são muito convidativos, como viram num recente post). Fiquei ainda a saber que, para as hospedeiras brasileiras da Continental Airlines, "there are four lavotries in this plane" significa que "existem quatro lavatórios neste avião", que "we will be serving a light breakfast" quer dizer "vamos dar-vos o café da manhã" e outras coisas do género.

Detalhes da viagem
Tempo de viagem - 4 (escala em Newark)
Comida - 4
Estadia - 5
Clima - 3 (calor...)
Interacção com nativos - 3
Geral - 3,8

video

mas quem aguenta isto às 8h da manhã???

quinta-feira, 22 de maio de 2008

Viagens do rato, um breve esclarecimento

Ainda há muita gente que não crê que não faço questão de viajar. Há viagens interessantes e que permitem uma breve visita à cidade, é um facto, mas são cada vez menos. Além disso, repare o leitor nas contas que fiz das viagens que me lembro por cerca de 20 países. Os valores dizem respeito a ida e volta. O total? 290.541Km. Para dar uma ideia mais concreta do que o número representa, reparem os meus estimados leitores nestes dados:

- são 7.2 voltas ao mundo
- são 162 vezes a fronteira marítima de Portugal
- são 896 731 torres Eiffel deitadas
- são 2 421 175 campos de futebol
- são 3 802 892 Jumbos 747 em fila
- são mais de mil milhões de garrafas de vinho bordalesas seguidas (de preferência, com tinto. Douro, claro)

segunda-feira, 19 de maio de 2008

Tuga em Orlando, e porque o dólar está baixo...

Ténis Converse, 2
Camisas, 4
Pólos, 4
Sweatshirts, 1
Calças, 4
Roupa para miúdo, bastante
Cuecas, 3
Máquinas digitais, 1
Cartões de memória, 1
Canecas foleiras, 1
Ímanes da Disney World, 2

(em minha defesa: não é tudo para mim - aliás,
apenas metade - e precisava desesperadamente de roupa)

terça-feira, 13 de maio de 2008

Brno, República Checa

É a segunda maior cidade da República Checa e tive oportunidade de a visitar a convite da AVG. A cidade é bonita e o ritmo tranquilo. Vê-se que as pessoas não têm o stress diário vivido em Praga, e são muito amistosas. A cerveja é um bocado over-rated quando comparada à nossa, mas a comida é muito boa. O único problema da viagem teve que ver com o facto de termos aterrado em Praga. Da capital do país até Brno são cerca de 2h30, um tempo passado dentro de uma pequena carrinha com mais oito jornalistas, entre os quais um espanhol de 130 quilos que ressonava como uma retroescavadora...
A cidade tem uma história apaixonante. Entre os seus principais monumentos encontra-se o castelo de Spilberk, um imponente edifício do século XIV que foi transformado numa prisão a partir do séc. XVII e onde homens como Jean Baptiste Droue estiveram aprisionados. Além disso, a capital da região da Morávia do sul conta com lendas captivantes, como a do Dragão de Brno, uma criatura (semelhante a um crocodilo) que roubava e comia o gado da população local, que lhe tinha medo de morte. Um talhante desenhou um plano auspicioso: deu ao monstro uma carcaça muito salgada de uma vaca e o animal teve de ir ao rio saciar a sede. De tanto beber, o seu estômago rebentou. Depois de morto, foi pendurado na câmara municipal da cidade, onde ainda hoje está. Não é bem Pedro e o Lobo, mas não deixa de ser algo diferente.
Na foto podem ver-me na praça principal da cidade. O vídeo regista parte do teatro que tive oportunidade de ver na visita ao castelo/prisão de Spilberk.

Detalhes da viagem
Tempo de viagem - 3 (não fosse a seca de carro...)
Comida - 4 (muito boa)
Estadia - 3
Clima - 5 (calor e sol, tempo fantástico para o centro da Europa)
Interacção com nativos - 5 (os checos são uma simpatia)
Geral- 4

video

sexta-feira, 9 de maio de 2008

Como é que é?

Sou só eu ou está tudo parvo?
Acabei de ouvir o presidente do Boavista dizer que é imoral que o clube tenha sabido da descida de divisão pelos jornais... ??? Então um clube que compra resultados, que é acusado e condenado por corrupção desportiva vem dar uma conferência de imprensa a falar de moralidade?
Então mas eu ando em contra-mão na estrada, choco contra um carro que vinha a circular normalmente e depois tenho coragem de ficar aborrecido quando a polícia me chama de parvo? Este país é mesmo terceiro-mundista.
Para mim era tudo para a terceira divisão e acabou a conversa (inclusivamente o Sporting, caso se provasse alguma coisa). Não interessa se a corrupção deu resultados ou não. Se eu pago a um árbitro e mesmo assim não ganho - então está tudo bem? Só devo ser responsabilizado se ganhasse? Se não tirar proveito, já não existe corrupção, é? Esta moralidade dúbia envergonha os nossos clubes, as aventesmas dos seus dirigentes e, no geral, todos nós.

Perdoar-me-ao este desabafo num blogue que nada tem que ver com futebol, mas até pensei estar a ouvir mal quando ouvi as declarações no Bessa...

quinta-feira, 8 de maio de 2008

Este blogue está de luto

O meu avô Antoninho tinha 88 anos.

terça-feira, 6 de maio de 2008

Nero, o terrível

É o mais recente membro da família. Chama-se Nero
e ainda só tem duas funções: comer e dormir. De qualquer
forma, já abre o "alicate" para começar a mostrar quem manda.
Digam lá se não é bonito...
(mais uma razão para o meu blogue ser
merecedor do prémio de blogue com mimo)

sábado, 3 de maio de 2008

Questões do dia-a-dia IV

- É mais rápido fazer um implante mamário se eu for uma enfermeira no Hospital S. João no Porto?

- Por que razão o Jardel insiste em referir-se a si mesmo na terceira pessoa?

- Alguém me explica porque ninguém diz aos jornalistas que fazem peças em directo que o facto de falarem mais depressa e quase sem pausas para respirar não torna a notícia mais importante?

quarta-feira, 30 de abril de 2008

Londres, Inglaterra

Quando lá cheguei, nem queria acreditar: 25 graus e sol. Nunca tinha visto e sentido Londres desta forma. Parecia uma cidade diferente. Com luz, com sol, com gente em manga curta e sorridente. No segundo dia, tudo voltou ao normal - chuva e frio aliados ao tradicional fog britânico.
A viagem foi com a LG, para assistir ao lançamento do novo terminal móvel fashion Secret. A companhia foi muito agradável e a apresentação em si nada maçadora. Londres é uma cidade bonita, onde apenas as condições meteorológicas e o custo de vida colocam em causa uma visita mais longa. O orgulho britânico consegue sentir-se no pulsar da capital da Commonwealth, mas, mesmo não sendo simpáticos, os ingleses não apresentam o distanciamento dos alemães, por exemplo.
Uma última referência. Na viagem de regresso, íamos nós já a ganhar velocidade, o avião da TAP abortou a descolagem. Problemas eléctricos, segundo disse a capitã (sim, era uma senhora) da aeronave. Resultado? Quase duas horas dentro do avião para resolver a questão...

Detalhes da viagem
Tempo de viagem - 3 (directo, mas com o problema da volta...)
Comida - 3
Estadia - 3
Clima - 3 (nada mau, para Londres)
Interacção com nativos - 3
Geral - 3