quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Mais de uma década depois...

É destas noites que se faz história. Mais de 10 anos
depois, eis que os ex-alunos dos Salesianos de Lisboa
se encontram, para partilhar memórias e
reatar amizades. Um evento a repetir certamente,
e com mais gente ainda.
Memorável.
Obrigado, C.Capelinha, pela foto.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

De leão ao peito

Serve este email de resposta ao desafio do meu querido amigo “Davi”, motivado pelas palavras portuenses do outro querido amigo transmontano JD,
disponíveis nos comentários do post anterior.
Já agora, saudações leoninas.
(dispensam-se referências aos 11 pontos de distância).
Eu estive lá.
video
Equipa de Soares Franco
- amor que nunca se viu.
Ontem o Helton estava manco
coitado - até ficou branco...
foi das prendas que nos serviu.
ds
Pega lá duas batatas,
(e nenhuma foi com a mão).
Quaresma - tu nem rematas
dá mas é corda às sapatas
e levanta-te do chão....

sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

A inveja de Deus

Sabes que Deus tem inveja de nós?
Porque podemos morrer por amor
na encruzilhada, quando estamos sós
a pensar um no outro, a amar com dor...

Deus tem inveja pois podemos sofrer
e viver tristezas de caneta em punho.
No último fôlego damos antes de morrer
um beijo um no outro pra que viva o sonho.

Ele não conhece o gotejar da culpa
a esculpir na face um doce rio choroso.
Um chorar tão lindo - que a alma entupa
e encha de inveja este Deus extremoso.

Deus tem inveja pois somos mortais.
Mortais do amor, de ais, de loucura.
Em pecados ternos juramos não mais
mas perdemos na inveja de Deus essa jura.

imagem daqui.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Paris, França

Sei que não é fashion, hoje em dia, gostar de França e dos franceses, mas não posso faltar à verdade. J'aime bien Paris et les français. Em Paris, com a nvidia, houve espaço de manobra suficiente para procurar um pouco da cultura gaulesa. O clima pode não ser o mais apelativo, é um facto, mas não há dúvida que a capital francesa tem um magnetismo muito próprio, que faz com que olhemos para ela de forma diferente. A quantidade de museus e de documentos históricos de toda a espécie é gigantesca (já tive oportunidade de ver alguns, numa viagem turística) e impõe uma visita com tempo. Neste caso, não tive muito tempo livre, mas deu para matar saudades.

Detalhes da viagem
Tempo de viagem - 5 (directo)
Comida - 3 (nouvelle cuisine)
Estadia - 4
Clima - 3
Interacção com nativos - 3
Geral - 3,6

domingo, 20 de janeiro de 2008

Hanôver, Alemanha

É daquelas viagens que ninguém quer fazer, no meio jornalístico. Todos os anos, Hanôver acolhe a CeBIT, uma montra tecnológica considerada no meio como o maior e mais importante evento anual nesta área. Durante a semana que lá estive, a convite da Samsung, esteve sempre a nevar e as temperaturas constantemente abaixo de zero graus. A comida alemã, como já sabeis, é para mim o grande calvário da terra dos hunos, mas a cidade também não é bonita e o tempo não permitiu grandes visitas. A comida resolveu-se da seguinte forma: jantar todas as noites no restaurante argentino junto à gare de comboios da cidade. O almoço teve mesmo que ser na feira, num restaurante bávaro que lá foi dando para a fome.
O pior da viagem foi mesmo o cansaço. São 5 dias de constante movimento e de muitas entrevistas e conversas. Fazer a cobertura de uma feira destas dimensões é sempre difícil, mas mais complicado se torna numa terra onde os pontos de interesse pessoal são tão escassos. Para lá, a viagem de avião terminou em Francoforte, de onde apanhei um comboio rápido até Hanôver. A ideia que fica é que realmente as coisas funcionam. O comboio saiu a horas e o conforto e a rapidez são argumentos em seu favor. Quanto a isso nada a dizer. Quanto ao resto...

Detalhes da viagem
Tempo de viagem - 2
Comida - 1
Estadia - 1
Clima - 2
Interacção com nativos - 2
Geral - 1,6

sexta-feira, 18 de janeiro de 2008

(...)

Bateste a porta, sem despedidas.
E amanhã já não vais estar desse lado. Até um dia, B.

A velha

Lá vai a velha,
a velha que não tem onde dormir,
sozinha, não há mais com quem falar.
A velha que na pressa de partir
se esquece que não tem onde chegar.

Lá vai a velha,
vestida com retalhos dos seus passados.
Não se vê, não se ouve, é indiferente.
E quando pede sonhos emprestados
dizes que não mesmo sem a olhar de frente.

Lá vai a velha
a "idosa", a "sem-abrigo", a "pedinte"
que pinta um quadro triste nesta rua.
Não repares, esquece no dia seguinte,
que a imagem desta velha não é tua...

a imagem é daqui.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Prioridades trocadas

Hoje, em Lisboa, vi um senhor engravatado com cerca de 30 anos, no seu Jaguar topo de gama (como se precisasse de o ser) passar por cima de uma poça de água junto ao lancil do passeio e encharcar uma velhota sem abrigo.
É uma imagem que não me sai da cabeça. Sou só eu ou há algo de errado aqui? Afinal, o que é realmente importante? Enfim...

terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Palavras soltas

Se te pedisse para vires, tu vinhas?
Entravas na minha noite,
despida, sozinha, titubeante,
de passada apertada, hesitante?
Olhavas para mim
à espera de um sorriso
que te tranquilizasse?
Nesta noite escura, noite fria,
um crepúsculo de passados
que morrem nas sombras da minha alma,
esperando uma manhã
em que possam viver em mim...
E ela não chega.
Para quê? Por quem?
Por ti? Por nós?
Espera - não venhas.
Se aguardares mais um pouco,
dir-te-ei, soluçando:
«ainda não sinto a tua falta».

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Genéve, Suiça

Foi a convite da nvidia que estive na Suiça, junto à fronteira francesa. A viagem foi rápida (2 dias), mas ainda deu para ver um pouco da cidade. O que mais impressiona é a limpeza e a forma como tudo parece funcionar bem. Vindo de um país onde as coisas funcionam na base do "desenrasca", é um factor que diferencia.
Uma vez que tenho amigos em Lausane, ainda fui jantar ali "ao lado", mas a imagem que me ficou de Genéve é muito positiva. Se puder um dia lá voltar, não vou desperdiçar a hipótese.

Detalhes da viagem
Tempo de viagem - 4 (directo)
Comida - 4 (surpresa agradável)
Estadia - 4
Clima - 2 (muito frio)
Interacção com nativos - 3
Geral - 3,4

domingo, 13 de janeiro de 2008

Para quem ainda tem dúvidas...

video
... não falho a corrida ao Domingo. Nem mesmo com chuva
e mau tempo. Quem corre por gosto...
Tinha que tirar as dúvidas de quem ainda
não acreditava nesta minha tarefa semanal.

San José, EUA

(Quem é bimbo, quem é?)

Há quem lhe chame Silicon Valley, e com razão. O aglomerado de empresas de tecnologias por quilómetro quadrado é realmente impressionante. Quando lá estive, foi a convite da Intel, por altura de mais um IDF. San José é uma cidade na bay area, mas que nada tem para ver. Não tem motivos de interesse absolutamente nenhuns e está longe o suficiente de São Francisco para não permitir uma visita.Fui sozinho durante uma semana e quem falou comigo nessa altura sabe bem que não minto quando digo que foi de trepar às paredes. Não havia nada para fazer, pelo que a presença nas sessões técnicas da multinacional americana foi mesmo o único motivo para saír do quarto.
Além disso, tive um problema com o meu cartão Visa (esqueci-me de pedir para aumentarem o plafond), pelo que passei duas noites em branco a falar com o banco em Lisboa (a diferença horária é de oito horas), para poder utilizá-lo finalmente no terceiro dia. Trouxe uma máquina de filmar digital para o meu pai. Feitas as contas à viagem, um desconsolo.

Detalhes da viagem
Tempo de viagem - 1 (quase um dia...)
Comida - 4 (há de tudo)
Estadia - 1 (o texto diz tudo)
Clima - 3
Interacção com nativos - 2
Geral - 2,2

sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

Marcos de 2007

Serve este post de resposta a um desafio lançado por um amigo. «E que tal publicares uma lista dos principais marcos do ano que passou?» - indagava. Pois bem, J, cá fica a resposta dada e a lista criada. Muitas outras categorias teriam lugar nesta selecção, houvesse tempo e espaço, mas também correria o risco de tornar o post entediante.

O álbum - Every Second Counts (Deluxe Edition) - Plain White T's

O(s) livro(s) - Battle for Spain - Antony Beevor; A filha do capitão - José Rodrigues dos Santos


A série - The Office (versão EUA) - Stephen Merchant

O vinho - Duas Quintas 2000 (Douro) - Adriano Ramos Pinto

O site - World War 2

O jogo - Guitar Hero III - Activision

A viagem - Málaga, Espanha - com a Brother Ibérica

O jogador - João Moutinho - Sporting Clube de Portugal

A desilusão - Miguel Sousa Tavares - as crianças e o tabaco, e tal...

Madrid, Espanha

Foi com a Oki que visitei a SIMO, uma feira de tecnologias de informação que tem atraído empresários portugueses e jornalistas também. Foi uma viagem rápida, em que nem consegui dar um saltinho à cidade. A ideia era assistir a uma conferência de imprensa deste fabricante e marcar presença num jantar com os seus responsáveis. Na verdade, não foi muito além disso. Muito embora a companhia tenha sido sempre agradável, como viagem, pouco poderá ser louvada.

Detalhes da viagem
Tempo de viagem - 3 (saída muito muito cedo de Lisboa)
Comida - 2 (nouvelle cuisine pode convencer mta gente, mas a mim não)
Estadia - 1 (hotel ao pé do aeroporto)
Clima - 1 (chuva)
Interacção com nativos - 3
Geral - 2

terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Marinheiro de areias

Sátiras de velhos poetas,
que cercam por vezes os meus sentimentos,
pretendem atingir metas,
selar o caminho dos meus pensamentos.

Sou dono das minhas ideias,
mas como viver se ideias não tenho?
Sou marinheiro d`areias,
que cobrem o mar do meu mundo castanho.

Afogo-me, pois, na ternura,
que sonho de dia, quando o sol sorri,
acordo na noite escura,
magra, triste e fria como eu a pedi...

Perdidas ficam estas frases
que me levam p'ra longe, bem longe daqui.
Talvez então no silêncio
encontre os sorrisos que há muito perdi.

Imagem é daqui.

sábado, 5 de janeiro de 2008

Nicosia, Chipre

Estive com a Canyon em Chipre, na apresentação da empresa e do que foram, na altura, as principais novidades do fabricante. Aqui estou à mesa com jornalistas croatas, sérvios e eslovenos - que foram sempre uma boa companhia. A cena passa-se após uma prova de vinhos cipriotas, e antes de uma noite comprida...
A viagem foi gira, já que tive algum tempo livre, mas não aconselho a ninguém uma viagem na Cyprus Airways - uma companhia aérea que não merece essa designação (ainda hoje penso se não estariam galinhas e porcos naquele avião...). Tirando a viagem em si - e o facto de ter ficado doente à vinda, novamente na capital holandesa - foi um evento interessante. Não é uma ilha que mereça umas férias longas, mas tem história helénica interessante. E uma rivalidade entre cipriotas gregos e turcos que se sente no ar...
dcscd
Detalhes da viagem
Tempo de viagem - 1 (com escala interminável em Amesterdão)
Comida - 4 (influência grega é óbvia)
Estadia - 3
Clima-4 (Sol e calor)
Interacção com nativos -3
Geral - 3

quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

Estranho em mim

Sou madeira ardida, queimada.
Sou a cinza esquecida, pisada.
Sou um rei sem terra, sem coroa,
sou o uivo que a noite entoa.

Sou um mar revolto, zangado.
Sou um trovão abrupto, rasgado.
Sou a chuva fria, chorosa,
sou página vazia, sem prosa.

Triste o gemido, lamento cantado,
um fado perdido, um olhar cansado.
Sou a cruz na campa que a vida plantou,
destino que a sorte à morte amarrou.

terça-feira, 1 de janeiro de 2008

Londres, Inglaterra

Já foi há algum tempo, mas ainda me lembro bem de ir a Londres para ver em primeira mão as primeiras imagens da nova série de Tomb Raider. Infelizmente, a viagem foi muito rápida e não tive tempo para ver nada da capital inglesa. Além de ter ido e vindo no mesmo dia, cheguei atrasado à sede da editora do jogo e só tinha para almoçar umas sandes de paio que os cães do meu caseiro recusariam certamente. As minhas outras viagens a Londres foram seguramente mais interessantes. Falaremos delas em breve.

Detalhes da viagem
Tempo de viagem - 4 (directo)
Comida -2
Estadia - não aplicável (não dormi lá)
Clima-1
Interacção com nativos-2
Geral - 2,2

O primeiro de 2008

O primeiro post de 2008 não pode deixar de ser uma mensagem para todos os visitantes e amigos do rato. Que o novo ano seja profícuo e repleto de bons momentos.
Um abraço amigo a todos.